Afogado

by Nvblado

supported by
/
  • Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

     $3 USD  or more

     

1.
02:09
2.
06:38
3.
03:33
4.
5.
10:38
6.
05:55

about

credits

released August 25, 2013

tags

license

all rights reserved

about

Nvblado Brazil

SC/BR

contact / help

Contact Nvblado

Streaming and
Download help

Track Name: Angústia
Abre teus olhos e veja o que resta de mim
Coração gelado, corpo morto.

O que eu mais faço da minha vida,
praticamente todos os dias, é construir
castelos feitos de nuvens dentro de mim.
São lindos, são plenos, porém são frágeis
como o que representam.

Eu já cansei de olhar pra trás e não ver mais
nada. Hoje me arrasto numa caminhada
lenta e incerta.

Não sei da onde vem a coragem pra fingir
força de vontade.

Só como o sol, é isso que sou.

E é como o sol que arrasto, enfrentando
todos os dias. E é como o sol que brilho, pra
ninguém enxergar meus olhos.

Dói, isso dói, como o carinho de suas mãos
geladas. Isso me destrói. Estou reduzido ao
nada.
Track Name: Morada
O passado é sua culpa.
O presente, sua sentença.
Track Name: Avalanche Pt. II
Sentado a beira do mar, com os pés molhados, avisto nuvens de todas as
formas. O vento as carrega de um jeito tão livre, que chega a ser invejável.
Elas se encaminham para o horizonte, onde o sol está se pondo, assim
como os pássaros que quebram o silêncio daquele momento.

Plenitude.

A cena me lembrou o porquê de eu estar ali naquele instante: eu precisava
fugir de ti, para finalmente me encontrar em mim.

E quando você fala, suas palavras caem como pedras sobre mim,
soterrando tudo o que eu sinto. Mas tudo que eu queria ao seu lado, era só
me sentir mais vivo.
Track Name: Arpoador
Espero o tempo dizer que acabou,
e levo comigo o coração que me
sobrou. Longe, nos mares, por
outros ares, enterro meus medos, os
mapas, as bússolas e todos os meus
outros segredos.

Eu sou eterno, extremo pálido, o meu
corpo é sujo e meus braços
são fracos. Infinito é o abraço, o
mar e o espaço, natural é ser o que
se é destinado. Mas está tudo
errado, nesses últimos dias de março
o mar fica sujo e o vento fica mudo.
Meu corpo não obedece, o pessimismo
prevalece,
e meu coração já não se aquece na falta
de um motivo.

Mas bons são meus verdadeiros amigos,
aqueles que sempre confio, aqueles que
são meu abrigo, sempre tão bem vindos,
sempre meus amigos.

Flutua, nave, sob a tempestade e sobre o
oceano, e veja correr as horas, os dias, os
meses, os anos.

Mostra, farol, o melhor caminho. Veleja,
marujo, para teu destino:
A saudade.
Track Name: Artemisia
As luzes se apagam e me recosto nas paredes
Deste quarto me assombra
Chove forte lá fora, ouço trovões e desespero
Eu tenho medo
Me lembro de deitar no teu ombro nessas horas
Apertar sua mão
Mas hoje, isso nada mais é do que só uma lembrança

Os últimos dias estão sendo violentos e eu estou me perdendo.

Apenas não sinto
Mas os gritos continuam
A incerteza, a morte das ideias
E então, a dança acaba
A música para.